Reptilianos não gostam de humanos

Desta vez, o comandante Vitzo nos traz comentários sobre a existencia do povo reptiliano, e como nós podemos identificar estes seres que estão entre nós.

*******************************************************************

Por Vitzo, de Urano.

Não é de lamentar-se que mais da metade da população humana não saiba que divide os territórios da Terra com outra raça que respira do mesmo oxigênio que vocês.
Estou falando da raça reptiliana, que está presente abundantemente no território que vocês chamam “de seu”.
Saibam que ele não é somente de vocês humanos, e isso, a milhões de anos, desde o tempo que a Terra era guardada por legiões e legiões de seres angélicos. É bom salientar que nesta época do tempo terrestre não existiam religiões, porque o mais apressado pode dizer que estamos misturando biologia e religião no mesmo caldeirão e isso não corresponde à verdade. Os anjos, estes seres que vocês cultivam como salvadores em algumas religiões terrestres, foram os primeiros a expulsar os reptilianos para os interiores da Terra, e lá se desenvolveram em ambiente escuro que aos poucos foi se iluminando através de tecnologia extraterrestre e saltos evolutivos de consciência.
Aos poucos também, tais seres foram se aproximando dos humanos e aos poucos foram se envolvendo com vocês, tornando-se um de vocês através de cruzamentos genéticos. Sim amigos, eles estão entre vocês, disfarçados de gente humana, derivados de cruzamentos genéticos dos mais variados. Eu não quero assusta-los até porque sei que vocês não admitem a idéia da existência de extraterrestres como eu, por exemplo, e muito menos, de “lagartos humanos”. Eu vivi muitas vidas em solo terrestre desde a queda da nave uraniana há 500 mil anos atrás e em muitas destas vidas, tive o desprazer de me ver devorado em bocas de lagarto. Sim, muitas de minhas vidas em corpos terrestres foram perdidas por anos a fio, onde o homem não era nada mais do que alimento para predadores maiores, e eles adoravam a carne humana. Estamos falando de cem mil anos atrás.
Hoje em dia não são mais feras de instinto maligno, mas sim, feras de inteligência maligna, e eles estão entre vocês. Estão dispostos em seus governos, em suas escolas, em suas agencias de inteligência, em seus supermercados. Ao se misturar com a genética humana, estes seres fizeram-se parecer com vocês nos últimos 300 mil anos em busca do poder terrestre e da extinção da raça humana como predominante no planeta. Em uma de minhas vidas terrestres, combati o mal reptiliano destruindo cavernas habitadas por eles, e isso fez com que milhares deles partissem da Terra em segundos para lugar desconhecido onde suas almas habitam. Muitas expedições secretas humanas foram atrás de algozes répteis que atacavam crianças em várias partes do mundo, e isso foi suficiente para eu saber naquele passado remoto que eles viviam entre os humanos naquele momento.
Mas voltemos aos tempos de hoje, onde o homem goza de liberdade vigiada dos governos nefastos repletos de reptilianos, assassinos de crianças e nações inteiras.Criadores de guerras onde exércitos são devorados pelas bombas e por exércitos de répteis que atuam na escuridão da noite, ceifando vidas que desaparecem da noite para o dia. Mas eu não estou aqui para falar do passado e sim do presente, traçando uma espécie de características que os seres humanos não percebem, mas que deveriam perceber quando estiverem no ambiente das grandes cidades.
Reptilianos humanos geralmente não gostam de humanos. Eles se isolam em seus grupos de nascença, onde possuem o apoio necessário para serem quem verdadeiramente são.Eles estão infiltrados em todos os seguimentos da sociedade, mas preferem sempre participar da atividade neurótica das grandes cidades, onde passam desapercebidos porque todos estão muito preocupados só em ganhar dinheiro para sobreviver e não percebem a ameaça sentada ao lado no escritório.Reptilianos humanos não gostam da natureza, não gostam de crianças, não gostam de cães e gatos, que podem ver seu verdadeiro semblante. São atletas por natureza, pois possuem muita energia vital e quase nunca ficam doentes. São seres que habitam casas, de preferência, pois podem ser pouco notados ou observados.Não são pessoas que demonstram carinho pelo ser humano ou pela humanidade em geral. São seres disfarçados em pessoas que trabalham, mas que são aficcionadas por alguma mania estranha. Não bebem, mas comem muita carne e são violentos se provocados.Se você conhece alguém com estas características não se apresse a julgar, mas não deixe de observar, pois você pode estar ao lado de um réptil humano.
Reptilianos humanos são seres que pregam a violência, o homem contra o homem, e por outro lado, quando em altos escalões sociais, determina através de seu poder que o homem destrua o próprio homem através das guerras e que a convulsão social seja o fator preponderante para a destruição da raça.
É claro que o mundo extraterrestre também usa suas forças para combater os répteis na Terra, e por isso eles ainda não conseguiram alcançar o sucesso absoluto de suas atividades terrenas. Répteis conseguiram naves através de acordos operacionais com os cinzentos, e nem todas as naves que muitos vêem na Terra são de amigos, podemos dizer assim.
Elas são combatidas pela liga extraterrestre que atua na Terra, empurrando-os para dentro do planeta ou destruindo-os por completo sempre que necessário. Por isso, cautela ao abordar uma nave. Tenham consigo as informações corretas sobre com quem estão lidando.
É claro que você não precisa acreditar em nada disso, mas como amigo dos humanos, faço questão de alerta-los neste momento sobre a ameaça reptiliana, que vem colaborando com a matança de humanos nas guerras, provocando desastres “naturais” e trabalhando ativamente nos governos, usando paletó e gravata.
Mesmo com os avanços genéticos, eles não conseguiram tirar o cheiro deles totalmente, que é um cheiro de “ferida exposta”, ou algo adocicado como “pus” que eles possuem, por isso, tomam vários banhos ao dia e se gabam de usar os melhores perfumes. Não esqueçam das mulheres répteis que habitam a Terra e que estão programadas para gerar novos seres com répteis humanos masculinos. Tudo para que exista uma “limpeza genética”.
Isso lembra algo a vocês?

Até breve!
Comandante Vitzo em missão na Terra

Anúncios

48 thoughts on “Reptilianos não gostam de humanos

  1. Olá! Meu nome é jaci tenho 46 anos,
    Quando tinha 16 anos aconteceu um fato que ficou sem resposta , eu e um amigo vimos uma esfera do tamanho de uma bola de futebol que pairou sobre nos alguns instantes , e tive a impressao de estar sendo filmado, depois esta esfera saiu em uma velocidade inacreditavel de encontro as estrelas , Realmente um fato sem explicaçao !

  2. Os reptilianos comem carne? O ser humano também. Os reptilianos são agressivos? Os seres humanos também. Os reptilianos são malvados? E o ser humano, não é também? Eu acho que assim como no mundo dos humanos existem os bons e os maus, no mundo reptiliano é a mesma coisa.

    1. só completando minha opinião, os seres humanos também não gostam dos reptilianos, aliás, os seres humanos, ligados mais na aparência das coisas , matariam todos os reptilianos ,inclusive os bons, só por causa da aparencia fisica reptiliana. Eu acho muito fácil o ser humano, que não é flor que se cheire, querer culpar a maldade no mundo em cima dos reptilianos…E nós comemos outros seres, ovos, galinhas, carne de vaca, matamos todos eles para comê-los…ah mas alguns de nós humanos somos vegetarianos…mas no vegetal também há vida e nós matamos, matamos ratos e baratas por acharmos umas pragas, mas eles os ratos e baratas também tem direito a vida. Enfim, nao sou o dono da verdade só dei minha opínião espero que não fiquem bravos comigo rss rss rss rss

  3. Você diz que entrou em contato com seres de Urano. Como foi feito este contato? E como posso saber mais sobre as diferentes espécies, por assim dizer, de extraterrestres?

  4. Olá Fabio primeiro parabéns pelo seu trabalho.Eu queria saber se os uranianos ou qualquer ser de outro planeta da qual você já teve contato contigo já falou algo sobre a seca nordestina? e se ela tem uma correlação com os reptilianos ou com alguns seres de outros planeta de baixa frequência?pois em minhas pesquisas percebi que era muito fácil encontrar pessoas de vida humilde nessas regiões afetada pela seca nordestina que avistaram objetos voadores(luzes e até mesmo naves tripuladas com tripulantes saindo dessas naves) e logo depois do ocorrido era fácil de se encontrar em fazendas e até mesmo em zona urbana animais mortos com requintes de mutilação.

  5. Olá, tudo bem?
    Senti um pouco de medo ao ler suas palavras, mas acho que você generalizou os reptlianos e entendo isso. Quer dizer, ao que tudo indica sou uma reptiliana, mas do fundo do meu ínfimo coração sei que não sou mal. E que tudo tem seus dois lados. Pela leitura dos meus chakras, aparentemente nunca matei ninguém!
    Eu só sei de uma coisa, os grandes filhos da mãe da minha história parecem ter sido os greys, em destaque um com pele de sapo verde musgo e olhos como âmbar queimado…
    Enfim, deixando isso de lado, queria saber como você descobriu suas origens e tudo mais.
    Paz

    1. Sobre os reptilianos, sigo a orientação uraniana.

      Minha origem e minha descoberta se deu graças a intervenção de um ser de Urano chamado Comandante Tunia,e esta história eu conto no livro Conexão Urano 4 e também no livro dos Uranianos.

      1. Entendi, andei vendo aqui e vi que aconselha seus “seguidores” a lerem seus livros pois estes passam por uma espécie de despertamento, diria.
        Só que pelo que entendi, só acontece isso com quem é uraniano, estou certa? Ou ainda de uma raça benéfica, digamos. Se eu ler seus livros, não terei nenhuma reação pois sou reptiliana?

          1. Porque me trata desta forma? Olhe, lhe peço desculpas, mas ao me referir aos seus seguidores, quis dizer ao seguidores do seu blog. Pois sim, o WordPress como também outras plataformas possuem isso. As pessoas que dão like, visitam e SEGUEM aqui. Mas enfim…
            Eu só queria tirar uma dúvida, e se pra isso você aproveita pra usar sua ignorância comigo tudo bem.

            Grandes princípios seu povo está te transmitindo.

            Eu perguntei se eu também conseguiria ter a mesma sensação que os leitores de seus livros, pois pelo que percebi as pessoas que leram-os eram de raças ditas boas. E eu sei que são, enfim…
            E como eu sou reptiliana, gostaria de saber se teria reações similares. Mas tudo bem, continue propangando a paz e liberdade, enquanto julga os outros por suas origens….

              1. O penteado é muito mais esportista que você. Eu quem me senti ofendida, você foi rispido e não me respondeu o que eu perguntei.
                Tudo bem que eu fui grossa nesse último comentário, mas porque você interpretou errado minhas perguntas e me julgou por eu ser reptiliana!
                Eu não estou aqui pra criar confusão, eu sou uma garota de 16 anos, que tudo que quer é esclarecimento, pois nós humanos não o temos.
                Eu te pergunto novamente, minha última tentativa: seu livro será bom pra mim também?
                Nem todos os reptilianos tem que ser maus e barraqueiros, apesar disso estar na nossa essência. Eu te peço desculpas, e espero que você faça o mesmo.
                Afinal, eu vim aqui não pra arrumar confusão, e sim ajuda. Mas ao que me parece o fato de ser reptiliana é motivo o bastante para mim apodrecer nesse mundo…
                Te aconselho a não ser tão ríspido, nunca ouviu “Pra combater a armagura basta um pouco de doçura”? Por favor, te peço que não me intérprete erroneamente dessa vez.

                1. Oi, rafaferrero. toda leitura é valida, quando apresenta um direcionamento, sou curioso e leitor, não reptiliano, mas ja me deparei com hibridos e visualizei um de vocês de outra dimensão. Quero poder trocar informações com você, entendo sua busca.
                  fisioadriano@gmail.com

  6. Fábio, você acha que a seca em Brasília tem algo a ver com os Reptilianos? Digo isso porque Brasília é a sede do governo federal e os reptilianos, partícipes desse governo, em tese devem gostar de ambientes áridos. Aqui o tempo está realmente muito seco e insalubre.
    Gostaria de conhecer mais acerca dos reptilianos e dos uranianos. Há fóruns de discussão sobre esse assunto?

  7. Tenho cá minhas dúvidade preciso ajuda por discernir, delas: Se Repteis por físicos, ainda milenares mais velhos que nos, mas cerebrais como répteis, não teriam também a condição dos que “lagartixam” por ai, só dotados do primitivo cerebelo por tirocínio sustentar? Então, por que não desenvolveram o cerebro superior como conhecemos? Se cerebrais, por que quando das “gravuras”, sempre se apresentam como primitivos; digo nus? Outrossim, se habitando entre nos, e ai não tenho dúvidas, mas como ficam os “mestiços”?

  8. Por favor, de onde você, tirou esse conhecimento sobre essa raça? Fico a perguntar com tanta coisa ruim, ets perigosos, que será de nós, quem poderá nós defender,desse invasores malignos.Pergunto: Oh! quem poderá nos defender do mau?

  9. Sou Tradutor/UFOlogo da região que compreende a “Serra da Beleza”/RJ, e fazendo uma pesquisa sobre o livro do UFOlogo
    Chico Penteado “Conversando com os Reptilianos”, cheguei a
    este site não qual achei muito interessante a forma abordada
    no tocante as Entidades Extratrrrestres. Gostaria de divulgar este
    site com demais pesquisadores da minha região.
    Saudações UFOlogicas Mário Traduções

  10. A muito tempo venho estudando este tema dos malditos Repitilianos. O que nosso comandante Vitzo diz esta correto. Eu somente nao sabia do cheiro adocicado, pois intuitivamente eu pensava que era um cheiro “ácido” por experiências próprias aqui na Europa (que esta infestado deles em pele humana) e no Brasil também.

    Este é nosso comandante, sem medo de dizer as coisas, bem do jeitao uraniano de ser.

    SU!

  11. O inimigo o atingirá somente se estiver no nível dele.

    E é essa a tarefa dos répteis :

    Anular o conceito que prova que temos um potencial infinito e que somos seres livres.

  12. Se os Reptilianos são seres vivos é porque são seres da Criação e, assim sendo, possuem corpos emocionais que poderão fazer com que eles se tornem seres sensíveis.

    1. Gostaria de ter seu otimismo, Maria Luiza.

      Os reptilianos tiveram muito tempo, para não dizer “milhões de anos” para se juntarem ao Todo e respeitar suas Leis, que são as Leis Universais. Não o fizeram. Continuando trabalhando nas baixas vibrações e não aceitam o Todo. Além de não gostarem de humanos.

      Se você simpatiza com eles, eu respeito sua opinião.
      Mas não concordo de nenhuma forma com ela.

      1. Não gosto de generalizar, pois há seres da raça humana que também, em alguns casos, a fez ser nociva a si própria, principalmente quando há envolvimento com dinheiro. Li numa reportagem sobre anjos uma referência ao Arcanjo Rafael como um reptiliano. Afinal, o mal e o Bem está em tudo e em todos, mas há o livre arbítrio para a escolha de que lado ficar.
        “Eu também gostaria de enfatizar antes de eu terminar aqui, que eu estou expondo certos GRUPOS reptilianos por trás da Illuminati, não a corrente genética reptiliana em geral. Há muitos de origem reptiliana que estão aqui para ajudar a humanidade a se livrar desta escravidão mental e emocional. De fato, todos nós temos um corpo com muitos genes répteis, inclusive parte do cérebro chamado de complexo-R, o cérebro réptil.”
        2012oportal.blogspot.com/…/reptilianos-o-outro-lado-da-moeda.html

  13. Isso me fez recordar o livro que lí de David Icke, The Biggest Secret, aonde ele afirma praticamente a mesma coisa. E também do Arquivo Lacerta, que é uma espécie de uma entrevista com uma reptiliana; muito interessante.

  14. Oi Leon. Não tenho respostas para tantas perguntas.
    Mas algumas coisas posso lhe dizer.
    Mas avançados que nós, não é muito difícil ser. Estamos bem atrasados. Mas não são páreo para uranianos. Dizem que os Dragos são outra raça negativa. Talvez seja a mesma. Reptéis humanos vão adquirindo consciencia aos poucos.
    Não sei lhe dizer quanto a esta proporção. Os repteis estão em uma micro dimensão, a 3.1D. Podem habitar cavernas com certeza.
    Não misturar com seres intraterrenos, que são seres evoluídos e que gostam dos humanos.
    Abraço!

      1. O Arquivo Lacerta conta o que os reptilianos querem contar.
        Nada posso afirmar sobre a veracidade daquelas informações.
        Posso me responsabilizar somente pelas informações que recebo diretamente dos seres de urano e outras civilizações.
        Garanto-lhe que a Terra hoje é visitada por uma média de 100 raças extraterrestres ligadas ao TODO.
        Estão aqui em bases subterraneas e intramarinas apenas as raças que se dispõem a salvar o planeta dos próprios humanos.

    1. Entendo, mas e quanto aos assim chamados “grays” a maioria dos relatos os descrevem como criaturas frias, sem escrúpulos e um tanto quanto cruéis em suas abduções e experiências. Eles não existem? Com tantas abduções não teriam bases no planeta?

  15. Fabio parabéns pelo novo blog. Este assunto abordado pelo Com.Vitzo, é de assustar. Me ajude a poder entender melhor. Eles estão mais avançados que nós cientificamente, influindo e interagindo tanto no fisico como no astral, certo? No astral eles serião os Dragões? Como repteis-humanos eles tem a consciência disso ou como muitos de nós que não lembramos o que somos? Na proporção da raça humana, quantos reptelianos existem? Os reptelianos que se encontram no interior da terra tem alguma ligação com a raça que existe tb. lá e aparecerá, para nós, como mencionado no seu livro “Terra 2049”?
    Forte Abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s