Albert Einstein. Um uraniano genial.

Hoje vi uma notícia interessante, sobre a descoberta cientifica da anti matéria. Leiam este trecho abaixo:

“Cientistas conseguiram comprovar com precisão inédita que a massa do antipróton é idêntica à sua contraparte visível, o próton. O resultado mostra algo antes só previsto em teoria: existe simetria entre as massas das partículas de matéria e antimatéria. Os cientistas precisam entender a relação entre as massas dessas partículas fundamentais para descobrir por que a natureza parece ter escolhido a matéria em vez da antimatéria. O mundo visível é formado pelo que chamamos de matéria. Ela é composta por várias partículas fundamentais. Uma delas é o próton, de carga positiva, no núcleo dos átomos. Essa área é envolta por elétrons, de carga negativa. Já a antimatéria, invisível, é formada exatamento pelos mesmos “tijolos” da matéria, a não ser pela carga contrária. Os físicos acreditam que o universo foi criado com a mesma quantidade de matéria e antimatéria. Só assim as equações fazem sentido. Contudo, por algum motivo desconhecido, esse equilíbrio foi quebrado: a variante que reina no mundo visível é a matéria, e não a antimatéria. Isso quer dizer que tanto a matéria quanto a antimatéria existem no universo, mas há um pouco mais da primeira disposta em planetas, estrelas e galáxias. Por quê? Ninguém sabe ainda.” Fonte: Revista Veja Digital

Isso me fez lembrar de Vitzo e de Einstein. Do Comandante Vitzo, porque ele cita em “Vitzo.300 Perguntas” entre muitas outras coisas, algo sobre o átomo. Vamos recordar: “O contexto em que falamos aborda muitas leis. As leis da física do Universo em nada parecem com as leis da física da Terra. Primariamente, falamos em relações onde o átomo se julga a grande verdade. O átomo nada mais é do que uma ínfima partícula do conhecimento universal das leis universais que abrangem a física. Vocês falam do átomo como a grande descoberta do século passado. Perto do que verão os300 perguntas respondidas pelo Comandante Vitzo cientistas em breve, o átomo não significa absolutamente nada diante das leis do Universo. Serão descobertas outras partículas de energia que colocarão o átomo em sua nobre posição de não significar mais nada para o desenvolvimento humano. Em outras galáxias, o átomo foi extinto por outras forças mais poderosas. O poder da luz e o poder das estrelas foram trabalhados de forma que concebesse energia pura radioativa nos oceanos e estes fossem mares de fertilidade atômica. Não deste átomo que vocês conhecem. De outro que vão conhecer um dia. Mais bipartido, mais íntegro, mais dissolúvel e mais fantasticamente poderoso do que o encontrado até aqui. Naves espaciais extraterrestres não trabalham com partículas atômicas. Trabalham com minérios sobrecarregados com partículas subatômicas que favorecem o fornecimento de energia quântica sempre que for necessário. O átomo não deixa enxergar o poder maior de subpartículas que existem atrás de um átomo. O homem se enganou quando disse ter separado a menor parte de uma partícula energética porque a menor partícula energética não é visível aos olhos humanos. E não é visível aos olhos humanos porque não é possível ver aquilo que não se compreende. A Sexta Lei Universal reza sobre os problemas que os seres venham a ter com tecnologias desconhecidas. O homem na Terra não tem poder maior porque seria perigoso que tivesse.” 

Parece que Vitzo está acertando de novo. Uma parte do átomo está sendo visualizado pelos cientistas atuais e comprovado cientificamente. Isso me fez lembrar de Albert Einstein, um ser humano que levou a humanidade a dar um grande salto. Einstein é referência de genialidade até hoje, e é  citado por Vitzo no mesmo livro não como um humano, mas como um uraniano que ainda está entre nós.

“Muitos dos extraterrestres que se colocaram à disposição do sistema da roda cármica encontraram tempos mais fáceis. O mundo havia evoluído e foram muitos os extraterrestres que partiram para a vida física para serem professores, mestres cientistas e avançados técnicos em aviação ao reencarnar. Einstein foi um deles. O senhor que descobriu os mistérios da física como nenhum outro

Einstein. Um uraniano a serviço do desenvolvimento terrestre

foi um destes casos em que o cérebro humano aglutinou a mensagem extraterrestre com as deficiências e limitações terrestres. Einstein pertenceu a uma categoria de seres únicos, especializados na química e física intergaláctica e ainda está preso nas rodas cármicas que determinam a vida no planeta.

 Ele reencarnou várias vezes e ainda ronda a Terra como humano, trabalhando seriamente no processo evolutivo da matéria e antimatéria. E assim muitos outros, milhares estão sobre a Terra, passando para seus filhos terrestres as lembranças estelares e criando novos tipos de linhagens com DNAs mais evoluídos. Nós uranianos sabemos que todo tipo de averiguação terrestre feita por povos estelares incorre sempre no mesmo erro. Acabam se envolvendo mais e mais nos aspectos terrestres. Já entendi também que isso não ocorre à toa. ” 

A pergunta que deixo no ar é: Estaria Einstein por trás desta nova descoberta? Para Vitzo, parece que não existem duvidas em relação a isso.

Anúncios

7 thoughts on “Albert Einstein. Um uraniano genial.

  1. Olá Senhor Santoro!
    Achei o seu blog ótimo e esclarecedor. Não sei se isso indica alguma coisa, mas adoro a água, se posso fico horas.
    Agora a minha maior duvida é sobre as dimensões. Vejo que no seu blog existem vários relatos de projeções astrais, quando, e o que pelo que estudei, é quando nos desprendemos do corpo mais denso, e com um corpo mais sutil, entramo em uma dimensão mais sutil. Aliás, deixarei aqui o site que me permitiu estudar o assunto, que é focado em projeção astral, e tem alguns áudios sobre exo-projeção, projeção em outros planetas. O site é http://www.viagemastral.com/ , a comunidade do site é muito amigável, e o fundador do site é um bom humorado guia.Certo, agora a duvida. Quantas dimensões existem? Segundo o seu blog, vivemos na terceira dimensão. Entretanto, as informações que eu tinha e que existem 7 dimensões mais sutis que a nossa, sendo que as duas ultimas o seres tem um corpo mais sutil que o espiritual, o mental. Seriam então no total 10 dimensões se contarmos a nossa como terceira? Nesse caso o uranianos estariam na nona, segundo o seu blog, em uma dimensão muito sutil, equivalente a sexta.

    Agora eu queria saber se os seres que são nativos da terra, os que não são uranianos ou de outros planetas, eles podem ter contato com uranianos?

    Desculpe-me se ja publicou algo respondendo as minhas duvidas,

    Alexandre.

    1. Alexandre. Seja bem vindo e obrigado pela dica do site.
      Eu gostaria que você procurasse no site o artigo :” Vocês vivem dentro de uma pirâmide”, postado no ano passado se não me engano.
      Pode lhe dar uma boa explicação. Muitas de suas perguntas são respondidas em “Vitzo.300 Perguntas”, ou vai ter um conhecimento maior se adquirir
      “O Livro dos Uranianos”. Os seres originais da Terra, os que descendem dos macacos, não são os únicos de quem os humanos de hoje são descendentes.
      Segundo Vitzo, 80% dos seres humanos descendem de seres do espaço, de nossa galáxia.Seres positivos. Nos 20% restantes, existem seres humanos descendentes de macacos e até de reptilianos. São estes seres que estão destruindo nosso planeta.
      Abraço!

  2. Oi Del,
    Gostei da matéria. É interessante perceber que o chefe da pesquisa é o japonês Masaki Hori e uma da reencarnações importantes do comandante Vitzo foi lá no Japão que ele conta muito bem no Livro dos Uranianos.

    Abração!

  3. “O homem na Terra não tem poder maior porque seria perigoso que tivesse.”

    Sim, ainda não estamos preparados para a utilização de algumas novas energias, muito poderosas, tanto para o Bem quanto para o Mal. Mas fico feliz que alguns cientistas com almas extraterrestres (Einstein?) possam estar fazendo descobertas tão fantásticas que poderão nos colocar num nível mais alto e respeitado entre as nações pertencentes ao Todo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s