Quem protege os animais protege a si mesmo

Eu amo os animais e sou um defensor deles desde criança.
Mas eu faço parte de uma minoria da raça humana, aquela que ama e defende animais como seres  inteligentes. A grande maioria da humanidade acha que animais são seres inferiores, que estão na  Terra para simplesmente nos servir, e pagando um preço geralmente muito caro para isso, ou seja,  com sua própria vida.

Eu não preciso dizer que você percebe a maldade na raça humana e a presença do mal sobre a Terra quando vemos que, desde crianças inocentes até cientistas renomados maltratam animais. Eu não preciso dar exemplos. Basta procurar na internet que você vai ver os horrores contra o Reino Animal.Eu faço questão de colocar estas duas palavras com letras maiúsculas para que possamos nos lembrar que estamos atentando contra um Reino. Aprendemos na escola quando éramos crianças (boas ou más), que existem muitos Reinos aqui na Terra : Reino Mineral, Reino Vegetal, Reino Animal e o Reino Humano.

Eu não vou ser hipócrita em dizer que não como carne, porque como desde pequeno e fui educado assim. Mas depois dos contatos mais recentes com as inteligências uranianas, parei de consumir carne vermelha e de frango já faz mais de 2 anos,porque entendo que assim, meu corpo humano viciado nas toxinas da carne um dia se libertará disso, e não precisará mais se alimentar da carne de outro ser vivo. Mas também não sou um eco-xiita porque compreendo que para tudo aqui na Terra existem os prós e contras, e eu respeito a opinião pessoal de cada um. Ao contrário de muitos xiitas de plantão, não quero fazer a cabeça de ninguém porque não permito que ninguém faça a minha .

Outro dia, assistindo na tv como as galinhas, porcos e bovinos são confinados pelas fazendas industriais, as “Sadias” da vida, lembrei dos campos de concentração da Segunda Guerra que visitei na Alemanha, em particular em Dachau, hoje transformados em museus para que nunca mais as novas gerações pensem naquilo como uma forma de “depurar” a raça humana. Dachau veio a minha mente quando vi galinhas presas em gaiolas, onde não podem abrir as asas, e vivem em um espaço relativo a meia página de papel A4.Assim, elas crescem em sua breve vida e são mortas 42 dias depois aproximadamente. As que são usadas para por ovos, põem 10 vezes mais ovos do que sua natureza poderia agüentar e os pintinhos que nascem com “problemas” são jogados friamente em um incinerador, ou algo do tipo. Toda vez que me alimento da carne de um frango lembro disso, e perco a fome.

Com os porcos, não é diferente. Ficam aprisionados em cubículos sem poder se mexer, com água e comida ao alcance de sua boca.Eles não podem se virar, andar ou correr.Eles só podem ficar ali para engordar, e morrer lentamente. Com os bovinos, vi novilhos aprisionados nos mesmos cubículos, para que não possam se movimentar e assim, sua carne fica macia para o consumo dos fantásticos e benevolentes irmãos do Reino Humano.

Certa vez, uma inteligência extraterrestre me disse: Se vocês fazem isso com seus animais e plantas, o que não irão fazer com um ser de outro planeta? Se vocês matam crianças e deixam morrer seus próprios irmãos terrestres em guerras, porque não nos matariam também? Depois disso, fiquei pensando sobre “o que teria dado errado com a nossa raça ? ” e não consegui chegar a uma explicação lógica. Em Conexão Urano eles me explicaram muito sobre “os acidentes genéticos” e “os padrões de dualidade da Terra” e senti que era uma explicação bastante razoável, que em nosso DNA existe uma parcela de agressividade bastante alta, talvez a mesma que permitiu que a raça sobrevivesse até os dias de hoje.

Depois de ler ” O Livro dos Uranianos ” sobre os animais, eu percebi ainda mais o que se faz contra estes seres na Terra, e por outro lado, vi com alegria a maneira amorosa de como eles são tratados em Urano. Se você ainda não leu, reproduzo aqui este capitulo que me fez mudar para melhor ainda mais minha visão sobre estes queridos irmãos.

UM ESTUDO COMPLETO SOBRE O COMANDO URANIANO NA TERRA
UM ESTUDO COMPLETO SOBRE O COMANDO URANIANO NA TERRA

O QUE ACONTECE COM VOCÊS?

Eu não sei se sou a melhor pessoa para dizer sobre o que ocorre com vocês, seres da materialidade terrestre. Não sei e não me atrevo a dizer absolutamente nada sobre isso porque não sou um ser material da terceira dimensão e isso muda tudo.Em nosso planeta nós estamos acostumados com o ir e vir de espaçonaves amigas, tripuladas por seres vindos de nações amigas que possuem com urano tratados de paz e amizade que nunca serão rompidos porque eles foram estabelecidos diante de uma energia maior que é o Todo.

Foi através do Todo que crescemos e nos habituamos a receber visitas de todas as partes do universo, que trocam informações através do intermédio do Todo.Ele minimiza as diferenças dimensionais e traduz as diferenças físicas e de contato através de suas inúmeras fontes de poder e saber.Nós falamos uma língua só no universo, que é a linguagem do Todo, um idioma não vocabular que une todas as sementes estelares e não faz diferenças entre elas. Somos todos únicos, fazemos parte de uma fonte geradora de energia e assim estamos equilibrados diante de milhares de nações interplanetárias.O Todo traduz para os uranianos as vontades e desejos de nossos visitantes sem que eles precisem exercitar o hábito já abandonado de falar como vocês ainda fazem na Terra.

Um dia vocês não falarão mais nada porque não será necessário e apenas as vontades serão percebidas telepáticamente, assim como fazem os seus animais que vocês insistem em chamar de irracionais. Um ser irracional é para nós uranianos, aqueles seres que não possuem estrutura racional de condicionamento mental.Ora, isso não me parece nada gentil com seus representantes do reino animal, que já desenvolveram sem que vocês percebessem, uma linguagem própria, sem uso de vocábulos e de linguagem oral como vocês estão acostumados.Chamar os animais de irracionais é no mínimo irracional da parte dos humanos, que não percebem que existem outros reinos e que estes outros reinos podem coabitar o planeta de vocês com outro jeito de se comunicar entre si.

O reino animal é uma fonte de vida inesgotável sobre a Terra e não devem ser minimizados pelo homem só porque o homem acredita que pode usar sua inteligência para matar seres de outros reinos que habitam o mesmo espaço que os homens habitam na Terra.É um erro matar animais para comer e é um erro matar animais para comercializar. Os animais não são irracionais. Eles são vulneráveis, e isso é muito diferente. Um animal é capaz de acessar o Todo e demonstrar a um humano que ele sente afeto por este humano, através de um gesto carinhoso. Em urano nós temos animais diferentes dos que estão em Terra, mas nós não os chamamos de irracionais, porque eles possuem inteligência.E muito nos ajudam em obras e outros trabalhos que nós uranianos não podemos e não queremos fazer. O reino animal em urano é forte e possuímos varias espécies que nos ajudam a tornar urano ainda melhor do que já é.

Não temos animais de estimação. Temos animais que nos estimam.É uma relação diferenciada porque sabemos quem eles são e eles sabem quem somos nós.Possuem inteligência suficiente para habitar casas e ter suas famílias de origem animal, sem que para isso tenham que se submeter a nenhum tipo de escravidão ou subvida. São independentes e querem nos apoiar em tudo o que fazemos.Mas não são uranianos. São representantes do reino animal que desfrutam na oitava dimensão uma posição de destaque em nossa sociedade. Amigos dos uranianos. Animais da oitava dimensão.

Na Terra vemos o que os humanos fazem com seus animais.São mortos por lazer ou por esporte, sacrificados sem distinção, colocados em uma posição inferior e tratados como sub raça. Vocês não imaginam o que isso significa para o Todo que tudo vê. Uma nação prestes a mudar de dimensão, que maltrata cruelmente seus animais e coloca suas vidas em risco sem perdão.Este é um atestado da barbárie humana, que não conduz os caminhos da Terra como querem os mestres do universo. São arredios aos ensinamentos milenares de convivência espacial, e arredios aos ensinamentos de respeito aos seres que compõem o reino animal.

O que esperar de uma nação interplanetária que não entende a linguagem do reino animal e sacrifica milhares de vidas sem piedade? Isso é um sinal de perigo para nós que estamos fora dos limites terrestres e para quem está dentro dos limites terrestres em corpos físicos.Porque aqueles que maltratam animais são os mesmos que maltratam crianças e que avançam contra a natureza.Não respeitam o reino animal porque são irracionais. Para nós uranianos, os seres são considerados irracionais quando não compreendem o Todo e muito menos outras formas de relacionamento com reinos diferentes.

A terceira dimensão terrestre chegou ao seu limite e convenhamos que não há mais necessidade de tanto derramamento de sangue para que exista evolução. A evolução designada para vocês, é a mesma que esperamos para nós e para isso nós trabalhamos sempre, não importa em que dimensão nós possamos estar agora. Como vocês esperam que seres que matam animais possam estar presentes na quarta dimensão eu não sei, sinceramente não sei. Não acredito que exista espaço suficiente para seres tão materiais que precisam tirar a vida de outro ser para sobressair no reino dos irracionais.

O homem macaco sempre demonstrou sintomas de materialidade excessiva, e violência gratuita contra outros animais e contra seus próprios pares. Porém, acreditávamos que isso seria apenas um momento, uma experiência genética que se encerraria com seres evoluídos.Macacos que evoluíram e se tornaram homens. Mas os pós-macacos se tornaram seres racionais, ou seja, dotados de uma inteligência primaria que os fez avançar sobre os outros animais apenas com o intuito de matar.Assim foi a 500 mil anos. E assim ainda é, no limiar da terceira dimensão.

Eu retiro o que disse sobre macacos que matam seus pares. Macacos não matam seus pares sem um bom motivo.Leis do reino animal terrestre. Mas não retiro que os homens criados a partir do macaco não saibam lidar com os macacos, seus parentes genéticos e com nenhuma outra espécie viva. O que falar então do reino intergaláctico, recheado de criaturas e seres dos mais variados? Vocês têm alguma dúvida que não tentarão colocar-nos em algum aquário se formos capturados, para sermos visitados como animais espaciais?

Temos que admitir que muitos humanos possuem um bom coração, ou melhor, uma ligação maior com o Todo, que os impede que sejam irracionais como muitos animais chamados de irracionais, que não o são.Não matam por matar, são responsáveis por si e por seus animais e protegem todos os que possuem uma verdadeira paixão pela natureza. Estes humanos já compraram um bilhete para entrar na quarta dimensão e estão quase lá. Já compreendem o universo de uma forma mais clara e apurada, é uma significativa parcela de seres esta que habita a humanidade terrestre.

Os uranianos se aproximam destes humanos que não desejam a barbárie contra seres de nenhuma espécie porque compreendemos que estes seres mesmo sem saber, na escuridão da terceira dimensão, percebem as luzes do universo e querem seguir seu brilho para que estas mesmas luzes a levem para um futuro melhor integrado ao Todo.Vocês não sabem como admiramos estes seres que amam os humanos e amam a Terra como a si mesmos. São os humanos que compartilham a energia cristica do deus que andou entre vocês.

Em urano, estes seres um dia chegarão e serão recebidos com amor por todos nós, que amamos aqueles que respeitam as leis universais e não se corrompem diante das dificuldades. Também temos dificuldades na oitava dimensão e não pensem que não temos formas e métodos para conhece-las melhor a fundo para depois aplicarmos a melhor solução.Temos problemas em urano mas nós resolvemos os problemas que chegam até nós da melhor forma possível sem que animais ou outros seres sejam molestados por nós.

Humanos matam para comer.Uranianos não matam. Nem para comer e nem para coisa alguma.Sabemos nos defender de ameaças bélicas, é verdade. Mas jamais matamos para comer porque comer outro ser para nós significa o aspecto maior da irracionalidade que vocês dizem ser típico dos animais.O animal morto para nós significa motivo de dor e não compreendemos uma civilização avançada que produz dejetos provenientes de carne de animais mortos.Um animal que morre estabelece uma ligação de dor com aquele que se alimenta daquele animal e nunca se livrará da dor do animal que foi ingerido. A energia daquele animal circulará por suas veias e órgãos até que seja absorvida totalmente por seu organismo, que um dia , perecerá na dor.

Nós uranianos nos alimentamos de nutrientes existentes em nossa atmosfera e de compostos salutares que reúnem minerais básicos a nossa constituição física. Não nos alimentamos de nada que tenha sangue de nenhuma espécie, mesmo que estejamos em missões fora de nossos limites físicos e planetários.Somos quase não alimentáveis, podemos dizer assim, porque transformamos matérias não visíveis aos olhos humanos em matérias que nutrem nosso sistema funcional.Somos rígidos e fortes, mas nem por isso somos autorizados a ter que matar para comer. Isso não existe em nossa civilização e recomendamos a todos os uranianos que estão em corpos não uranianos, na Terra e em outros globos, que se abstenham de usar a carne e recursos que venham da materialidade animal para se alimentarem.

Sabemos que em muitos mundos, principalmente na Terra, muitos desejam libertar-se dos hábitos selvagens de matança animal para nascer para um novo mundo. Mas poucos conseguem libertar-se da materialidade do alimento animal porque seus corpos precisam de muitos elementos minerais e protéicos encontrados nestas matrizes de origem animal. Ora, nós conhecemos bem particularmente a estrutura física dos corpos terrestres e compreendemos que isso não é mais necessário devido à evolução que estes corpos tiveram ao sobreviver milhares de anos em condições adversas.Humanos encontrarão fontes ricas de abastecimento celular em matrizes orgânicas de fácil acesso e com isso, se desligarão da matança de animais de sangue quente por simplesmente não precisarem mais deste tipo de energia.

Nós não sabemos o que acontece com vocês no momento em que estão quase rompendo o limite da terceira dimensão para a quarta. Só sabemos que isso tudo que viveram até hoje não contribui para que vocês possam entrar na quarta dimensão. Não veremos um homem macaco com um osso de animal entre os dentes na quarta dimensão. Isso vocês podem ter certeza. Mas queremos encontrar um humano intergaláctico que respeita as diferenças dos reinos que terá de conviver daqui para frente. Reinos onde não se derrama sangue para se alimentar. Reinos onde se derrama amor para poder entrar.

Anúncios

Encontro 3D em Floripa – Um sucesso sem egos

Bruno Padovezze, Fábio Del Santoro, Maike Sierra e Carlos Torres

O Comando Uraniano nos avisa: É preciso transformar o planeta Terra em um planeta de consciência única. E para isso ele precisa deixar de ser um orbe ego-planetário.

Ora, não faria nenhum sentido que, sabedores desta informação, fossemos participar de um evento onde os egos sobressaíssem. E assim, aconteceu. Deixamos todas as previsões de final de mundo que muitos acreditaram e acreditam, e fomos lá com nossas bagagens físicas, espirituais  e extraterrestres. Eu, o autor Carlos Torres e o Terapeuta de energia quântica Maike Sierra nos unimos para transformar o encontro 3D em uma experiência única para todos nós.

A alegria e o carinho de todos para todos foi a marca deste Primeiro Encontro 3D

Cada um com sua experiência, cada um com sua visão, e respeitando as opiniões de todos, de uma forma harmônica. Harmonia que reinou desde o início, com a coordenação do evento feita por Bruno Padovezze e com todos que colaboraram para que as energias fluentes no local do evento, o restaurante natural Floresta Interior, recebesse o melhor que todos nós pudéssemos dar.

As pessoas que estiveram no local levaram muito mais do que energia superior até lá. Levaram a mensagem de que todos que estavam ali, queriam ter mais informações sobre o seu próprio despertar e o novo despertar  cósmico que está envolvendo o planeta de forma consciencial. Se você não participou deste encontro por qualquer motivo, não perca o próximo que acontecerá em 2013!

SERES DE URANO: A FORÇA DA VIDA É MAIOR !

Os humanos que praticam o suicídio não possuem almas pecadoras, como costuma dizer a igreja de vocês. Mas almas que não resistiram aos desígnios humanos de sua encarnação.

Os humanos possuem formas de se desligar da vida e a ultima forma a ser utilizada é dando fim ao corpo que abriga o espírito que o anima. O corpo material rompe a barreira da morte, deixando-se para trás, mas o corpo idêntico que possuía antes que agora o espírito possui, o deixa sempre confuso, porque a vida não terminou ali,com o decreto do fim do corpo físico.

O espírito terreno sofrerá com a escolha porque dará ao espírito uma tarefa quase impossível, que é a de continuar no convívio dos seus, agora sem o seu corpo terrestre. Diferentemente daqueles que se aprisionam em colônias espirituais que existem ao redor da Terra, o suicida humano merece estar entre os seus, porque assim foi solicitado para esta vida diante da roda reencarcionaria. Portanto,a solução melhor para quem tem um parente com idéias de sumir da Terra, é lembrá-lo que ele continuará aqui, até que cumpra o seu período reencarnatório.

Uranianos não cometem nenhum ato contra suas próprias existências, porque

UM ESTUDO COMPLETO SOBRE O COMANDO URANIANO NA TERRA

não há motivo para fugir. Não há tristeza. Não há crime. Existe a compreensão de que seremos mais ao lado dos nossos. Não temos espíritos para animar nossos corpos. Temos nossa alma indissolúvel para continuar na existência do Todo, por milênios sem fim. O que vemos acontecer na Terra é um ato de terrorismo contra a alma, que muito trabalhou para chegar a dar consciência ao espírito humano que aborda o corpo sem medo.

O desprezo pela vida pode levar muitos ao erro de não permanecer na escola universal, cumprindo suas tarefas para um bem evoluir. O homem moderno comete o auto suicídio todos os dias, ao respirar o veneno das grandes cidades, ao ingerir carne de animais mortos, ao destruir seu corpo com doses cavalares de cortisol e adrenalina.

O suicídio hoje na Terra é coletivo, porque não existe mais a esperança. E muitos, sensíveis de que não há o que esperar, dão cabo a uma das maravilhas do cosmos, que é a vida humana. Em todos os sentidos, o suicídio não deixa de ser o espelho em preto e branco de uma vida colorida que o ser , por existir, pode ter na vida tri dimensional.

Mas a depressão aumenta quando o homem avança no imediatismo, na corrida pelo ouro, na fabricação de valores hostis a natureza humana. O homem que não tem o universo em si,será presa fácil para a doença herdada dos reptilianos, que introduziram a carne de animais mortos para que o homem consumisse até morrer.

Os tempos são de morte, e não de vida. Morte para aqueles que não aceitam as mudanças e que continuam seguindo a regra reptliana da alimentação com sangue de outros seres vivos.

Vida para os que perseguem com determinação os novos tempos mais sutis, onde o aparelho da alma vibra mais feliz, com a ingestão de alimentos leves, de uma vida mais fácil e mais tranqüila.

O suicídio é uma tentativa do ego em romper as barreiras dimensionais para prosseguir em outro lugar com sua forma de ver a vida. Mas o ego não admite que a força da vida é maior e que ela será sempre o sinal, em todos os tempos, de que o Todo não abandona ninguém.

Augusto Branco entrevista Fabio Del Santoro

Fui entrevistado por Augusto Branco, autor do livro VIDA, grande nome da literatura nacional, para o jornal Jundiaí On Line. O resultado foi este.Fiquei muito feliz em ter esta oportunidade.

Espero que gostem!

Colunistas > Augusto Branco > FÁBIO DEL SANTORO: Os extraterrestres estão entre nós!

FÁBIO DEL SANTORO:

Os extraterrestres estão entre nós!

Quinta-Feira, 8 de Março de 2012

ENTREVISTA

Em seus livros é relatado a presença de seres extraterrestres vivendo no planeta Terra e convivendo com seres humanos desde tempos muito remotos. Afinal, como isto é possível e com qual objetivo os extraterrestres estariam por aqui? É preciso entender que não temos muito conhecimento científico sobre as dimensões, a não ser as pesquisas mais avançadas sobre a Teoria das Cordas de Michio Kaku, mas sou um autor que se comunica com seres de dimensões paralelas e tenho dúvidas de que a divulgação da existência destas dimensões interesse ao governo oculto que comanda a Terra. Mas eu me interesso em fornecer conhecimento para que as pessoas acordem, pois a questão do interesse dos extraterrestres entre nós é muito ampla. Cada nação alienígena possui um papel a desempenhar. Nós humanos somos o resultado de uma experiência genética que se iniciou a milhões de anos atrás, e o objetivo das nações comandadas pelo Todo é ajudar para que o nosso desenvolvimento ético e moral se eleve.

Uma obra muito famosa sobre a presença de extraterrestres no planeta Terra é o livro Eram os deuses astronautas? Conforme teus contatos com estes seres alienígenas, você endossa a idéia contida naquele livro, de que os deuses descritos pelos povos antigos eram, na verdade, extraterrestres? A obra eterna do pesquisador Erich Von Daniken abriu as portas para esta discussão. Deuses não existem. Mas existem seres extraterrestres de todas as gamas possíveis e imagináveis, que visitaram a Terra e deixaram aqui suas marcas, em todos os tempos.

Em um de seus livros, A grande sabotagem reptiliana, você lança luzes sobre uma conspiração extraterrestre para dominação da humanidade. Quais são os principais aspectos dessa conspiração? Como eles conseguem implementar suas maquinações contra a humanidade sem serem percebidos? A infiltração reptiliana no planeta Terra vem de milhões de anos atrás. Eles são seres não confederados junto ao Todo, e são seres corruptíveis. São negativos e se infiltraram na sociedade terrestre muito antes da concepção do novo homem, que é o homem macaco. Vejam o quadro de Da Vinci e saibam que aquele ser que dá uma suposta maçã para Adão e Eva, na verdade é um reptiliano e a maça vermelha representa um pedaço de carne. A carne vermelha foi introduzida pelos reptilianos para que eles pudessem aniquilar nossa capacidade de enxergar o presente, passado e futuro através de nossa glândula pituitária. Sem esse poder, viramos massa de manobra na mão de governos dominantes, todos com bases reptilianas.

Há alguma relação entre esta conspiração extraterrestre e as atividades coordenadas por sociedades secretas, como a tão mal falada IlluminattiPelo que sei, e o que sei me é informado pelos seres de Urano e também pelos Seres Felinos, muitas sociedades secretas são braços da Conexão Reptiliana, incluindo a Maçonaria oculta, que é disfarçada pela Maçonaria visível e benevolente.

Conhecimento na palma de sua mão, agora em formato Pocket BooK

O fato de você receber informações de seres extraterrestres mostra que nem todos conspiram contra a humanidade. Quem são os extraterrestres que lhes transmitem estes conhecimentos e com qual objetivo?  Eu tenho contato com seres de Urano da oitava dimensão e com felinos da sexta dimensão, entre outros visitantes que vão e vem para a Terra. O objetivo principal é fazer com que os humanos que aqui estão, retomem sua memória secular. E milhões destes humanos tem origens extraterrestres. Eles querem a todo custo que a gente possa ver a verdade neste final de ciclo que estamos atravessando.

Este final de ciclo que você diz que estamos atravessando tem relação com as previsões sobre o ano de 2012? O alarde em relação aos Maias demonstra todo o nosso despreparo como nação humana. A informação oficial é toda manipulada pelos governos e seus interesses. Por que não explicam para a população que a Terra passa por problemas, e que isso é cíclico? Porque não falam do Projeto Haarp, que pode produzir maremotos e terremotos? O que sei é que a Terra vai mudar de dimensão, queiram os homens ou não. Não temos poder para mudar esta realidade.

Estes alienígenas que você contacta lhe falam sobre as civilizações deles? À parte o aspecto tecnológico, o quão avançados eles estão nos aspectos sociais, por exemplo? Veja, eu sempre procuro publicar livros a este respeito, para que a conversa tenha um objetivo registrado. Conexão Urano 2 e A Filha Das Estrelas revelam que todos os seres extraterrestres aliados ao Todo se preocupam com o lado ético e moral de suas sociedades. Hoje nós somos ética e moralmente iguais ou piores do que os reptilianos, por isso vivemos segundo a cartilha deles. Uma raça que mata e sodomiza suas próprias crianças, na minha opinião, não tem ética e moral elevadas para fazer parte de elevados Comandos Extraterrestres.

À primeira vista – e aos olhos de grande parte do público – teus

UM URANIANO PRESO NA RODA CÁRMICA

livros são vistos como ficção. Isto te incomoda? Sim, muitos lêem meus livros apenas como ficção, e isso não me incomoda porque a mensagem está lá, e um dia ela pode servir. Nunca sabemos o que pode acontecer neste mundo em que vivemos.Os mais despertos sabem que trabalho com a verdade. Não perderia meu tempo em escrever ficção. O que fazem por aí é trabalhar com a verdade e vender como ficção, para que seja aceito comercialmente.

Dentre todos os livros que você escreveu, quais você destacaria para quem quer começar a ler a tua obra?A Filha das Estrelas é o livro que eu indico neste momento. É um livro muito especial, que conta de forma romanceada, a presença da raça de Seres Felinos entre nós, e todos os seus porquês estão descritos ali. É necessário começar a entender como estes seres pensam, para que a gente comece a entender melhor os seres humanos. E como será o nosso futuro no planeta Terra. Destaco também, A Grande Sabotagem Reptiliana, onde revelo os bastidores de uma grande conspiração criada e arquitetada por seres que querem que os humanos sejam sempre manipulados e usados como massa de manobra em tenebrosas atividades que só interessam a eles. O livro é um despertador. Humanos precisam acordar.

LIVRO: A FILHA DAS ESTRELAS – por Fábio Del Santoro

Como acreditar que extraterrestres de aparência felina estão entre nós? Como saber suas reais intenções? Nós humanos somos o resultado parcial de uma experiência genética? Neste livro cheio de aventura e emoção, o autor Fábio Del Santoro nos leva a uma realidade fantástica, onde homens e homens felinos estão juntos, agora para preparar os humanos para a grande transição planetária. Antes inimigos, os seres da sexta dimensão buscam na Terra o resultado mais aprimorado de suas experiencias genéticas. Tudo acabará bem, sem problemas? Isto é o que você precisa conferir em “A Filha das Estrelas”.

Para ver a página original: http://www.jundiaionline.com.br/colunistas/coluna.asp?id=194

Carne vermelha. Comida de reptilianos.

Novas revelações sobre reptilianos!

Vocês que ainda comem carne vermelha, não se ofendam com o título desta postagem. Eu comi carne desde pequeno. E demorei muito para entender todo o mal que existe por trás do consumo da carne vermelha. Desde a destruição de florestas inteiras para criação de pasto, passando pelo sofrimento do animal e pelas influencias nefastas que existem por trás da comercialização dos grandes cartéis da pecuária, e culminando na destruição da saúde humana envolvendo uma grande lista de doenças mortais. Se soubesse da verdade, teria parado há muitos anos atrás. Mas a verdade só chegou agora para mim, ao  escrever este livro juntamente com o Comandante Vitzo de Urano, e estarrecido, saber que este hábito foi introduzido em nossa raça por homens lagartos, há milhares de anos atrás. Por outro lado, observo que existem pessoas no planeta tentando combater o mal de forma oficial. Tenho dúvidas que este seja  o melhor caminho.

“As pessoas deveriam considerar comer menos carne como uma forma de combater o aquecimento global, segundo o principal cientista climático da Organização das Nações Unidas (ONU). Rajendra Pachauri, que preside o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), que fará a sugestão em um discurso em Londres” Rajendra Pachauri é um cientista indiano que atualmente é o presidente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, o IPCC, na sigla em inglês. 

A preocupação do nobre cientista indiano, país que em “tese” não se alimenta de carne (digo em tese porque pesquisas indicam o consumo de carne no sul da Índia, inclusive em regiões que faltam alimentos, indianos estão consumindo ratos com a aprovação do governo. Vale lembrar que a Índia também tem altos índices de depressão) é válida, porque traz a tona o caos que a criação de bovinos produz para a natureza do planeta e para a saúde humana. Talvez, sabendo que o assunto é polêmico no ocidente onde existem os maiores cartéis pecuaristas, ele tenha se baseado no tema “aquecimento global”. Isso fica mais claro quando observamos algumas declarações do cientista, que também é prêmio Nobel.

“Eu não sou a favor de ordenar coisas como essa, mas se houver um preço (global) sobre o carbono, talvez o preço da carne suba e as pessoas comam menos”, disse.

“Mas, se formos sinceros, menos carne também é bom para a saúde, e ao mesmo tempo reduziria as emissões de gases do efeito estufa.”

Sabemos que o aquecimento global, em parte, é uma falácia, da forma como o problema foi apresentado pelo político e naturalista Al Gore a alguns anos atrás, e contestada por todos os cientistas respeitados do mundo. Sabemos também que o processo de aquecimento da Terra se deve a fatores naturais, que o planeta realiza ciclicamente. E sabemos também que o homem destrói muitos maracanãs de mata virgem por dia para criar pasto para os bois, que serão abatidos de forma sempre cruel para o consumo do mercado interno e externo. O Brasil é um dos maiores exportadores de carne do mundo e também é o campeão em casos de depressão da América Latina.

O que será que uma coisa tem a ver com a outra? Comer carne gera depressão? Não podemos provar isso cientificamente agora, mas um dia, quando os interesses comerciais que envolvem o consumo da carne vermelha diminuirem ou acabarem, os índices de depressão cairão em todo o planeta. No livro “A Grande Sabotagem Reptiliana”, o Comandante Vitzo lembra:

Bois sofrem antes de serem mortos pelo homem

Quero que compreendam que nós uranianos, ao observar o homem moderno, podemos presenciar sua morte lenta e gradativa. A depressão é apenas o pequeno grande sinal que este corpo pode falecer a qualquer momento, caso não se tome as medidas certas a tempo. A facilidade com que se morre hoje na Terra é imensa. Lembro que em uma de minhas encarnações como ser humano, gostava de comer peixes e aves, mas não comia carne. Certa vez, experimentei carne bovina e o meu corpo reagiu de uma forma tão assustadora, que permaneci comendo peixe e aves pelo resto de minha vida na Terra. O corpo que possuía era feminino, e a simples ingestão de um pedaço de carne ocasionou mais estragos do que uma boiada atravessando uma cidade tresloucadamente.  Os nervos do animal morto se entranharam em minhas vísceras de modo que quase morri. A ingestão deste simples pedaço de carne contaminado por bactérias resistentes invadiram meu frágil organismo feminino. Mas forte o suficiente para jogar estas bactérias para fora em poucos dias, restabelecendo minha vida naquela época. A alma observa o espírito que criou, e as barbáries que este mesmo espírito faz contra sua própria vida nesta região tridimensional do universo. Nada podemos fazer porque o espírito humano se encontra atado às leis humanas. E as leis humanas contemplam o livre arbítrio como fonte de alimentação para a Roda das Encarnações. Portanto, quanto mais se morre, mais o sistema evolucionário terrestre funciona. Quanto mais corpos tive, mais aprendi que carne não faz bem ao corpo humano. “

“Ao consumir carne, os humanos escolheram o caminho dos ETs negativos que já habitavam a Terra antes da proliferação dos humanos. Os reptilianos buscavam prazer nas abduções carnais e devoravam animais de sangue quente como crianças que mascam chicletes na escola. Os humanos foram sendo levados por estas forças negativas da Terra até que se tornaram reptilianos no que se refere à alimentação. Conseguiram se unir ao sangue dos animais assim como os seres que habitavam a Terra e matavam por matar. A sociedade reptiliana desde então extraia energia da matança de outros seres vivos.” 

E você, ainda  se alimenta como um reptiliano?