Uranianos são primos distantes dos cetáceos da Terra

"ELES PERCEBEM NOSSA INTENÇÃO"

Uma das conclusões de Natalia Avseenko é que as baleias sentem a energia do ser humano e percebem bloqueios no fluxo de energia corporal

A russa Natalia Asveenko, 36 anos, encarou um experimento triplamente desafiador: nadar com baleias brancas nas águas gélidas do Mar Branco, próximo ao Círculo Polar e, o mais assustador, completamente nua.

Asveenko é campeã mundial de prender a respiração embaixo d’água e conta que realiza o experimento com os animais a fim de “comprovar a teoria de que baleias-brancas e golfinhos têm uma espécie de radar que registra as ondas emitidas pelos humanos e ver como isso afeta o seu comportamento”. A cientista conta que optou por nadar nua porque queria estar na mesma condição que as baleias. “Os humanos não são reis do universo. Temos que viver em harmonia com nosso planeta e com a natureza”

Natália tem toda razão. Ao cair nua na água com uma baleia branca nas águas geladas do polo norte, mostrou um pouco de nossa pureza e humildade que sempre falta aos seres humanos. Será que ela é uma uraniana? Grande chance de ser. Esta atitude me lembra o que os uranianos falam sobre os cetáceos na Terra:

“Somos amigos e irmãos de todo o tipo de cetáceo terrestre, entendemos seu idioma primitivo e nos congratulamos com eles sempre que podemos estar entre eles na Terra. Nossa pele de golfinho diz algo a vocês? Sim somos parentes genéticos, porque os povos que criaram os cetáceos da Terra criaram nossos ancestrais mais primitivos. E isso, não podemos negar.” por Urs, de Urano, em “O Livro dos Uranianos”

61. Vocês de Urano também não foram um dia “macacos em evolução primária?” Não evoluíram do simples e ignorante como nós estamos evoluindo? Nós derivamos do povo Muwwu, um distante parente dos cetáceos da Terra. Não evoluímos do simples e nem do ignorante. Evoluímos de uma raça criadora de planetas. Por Vitzo, em “O Livro dos Uranianos”

232. Geneticamente falando, como foi criado o primeiro ser de Urano? Nós fomos criados a partir de uma base molecular dos Muwwus, que criaram o nosso planeta. Eles são parentes distantes dos cetáceos da Terra se formos analisar de forma genética. Outros tripés moleculares foram inseridos em nossa criação, de raças que absorviam energia pela pele e que seria bastante útil em um ambiente como Urano. Outros tripés moleculares foram inseridos de raças com índole não bélica e isso trouxe a nossa raça um padrão elevado de consciência e comportamento. Mas o Todo permitiu também que houvesse um desenvolvimento natural onde também pode se observar que algumas coisas precisavam ser melhoradas geneticamente e foi isso o que aconteceu até aqui. Por Tunia em “O Livro dos Uranianos”  

Mais de 500 páginas sobre o mundo uraniano

245. Geneticamente falando, qual a semelhança encontrada entre um cetáceo que habita a Terra e um uraniano?Somos muito distantes geneticamente dos cetáceos da Terra, apesar de sermos parentes genéticos, porque os Muwwus, nossos criadores são também parentes distantes dos cetáceos da Terra. Por Vitzo em “O Livro dos Uranianos”

21. Os nossos golfinhos são seres muito amáveis e gentis. Dá para sentir que são superiores a muitos humanos. Essas características são próprias deles ou algo tem a ver com vocês, uranianos? Somos primos distantes dos golfinhos assim como os humanos são primos não tão distantes assim dos primatas. O elo de ligação entre os cetáceos da Terra e o povo de Muwwu, que foram os criadores do planeta urano é a mesma, pois possuem em seus genes semelhanças com os uranianos. Mas eu diria que os cetáceos da Terra ainda estão em processo evolutivo rudimentar e por isso habitam a terceira dimensão. Por Tunia em “O  Livro dos Uranianos”

FONTE:

BBC-foto Viktor Lyagushkin

Anúncios

Seres de Urano reprovam a morte indiscriminada de golfinhos

No livro “Tunia. Falando com os Humanos” ela responde a uma questão sobre golfinhos.

21. Os nossos golfinhos são seres muito amáveis e gentis. Dá para sentir que são superiores a muitos humanos. Essas características são próprias deles ou algo tem a ver com vocês, uranianos?

Somos primos distantes dos golfinhos assim como os humanos são primos não tão distantes assim dos primatas. O elo entre os cetáceos da Terra e o povo de Muwwu, que foram os criadores do planeta Urano é a mesma, pois possuem em seus genes semelhanças com os uranianos. Mas eu diria que os cetáceos da Terra ainda estão em processo evolutivo rudimentar e por isso habitam a terceira dimensão.

O Comandante Vitzo fala sobre a morte de baleias e golfinhos:

A morte indiscriminada de baleias e golfinhos, como vocês chamam, determina em que grau está o homem do planeta Terra hoje. As muitas imagens que existe na mídia de vocês de nada servem, apenas atestam o grau de mediocridade humana, enlaçada na morte e no sangue do animal escolhido pelo Reino Humano para morrer. A morte de golfinhos é uma traição da humanidade com seus criadores. A matança indiscriminada destes seres é o registro fiel das várias faces que o homem encontrou para provar ao próprio homem o quanto ele pode ser estúpido, animalesco e sanguessuga de seus próprios companheiros do Reino Animal. De meu lugar distante da Terra, posso acessar seus arquivos de miséria e ver como antes o homem era mais civilizado com sua própria espécie, e com os animais. Mas depois das guerras sangrentas contra o próprio homem, a vida animal começou a valer muito pouco para o próprio homem, que dizima sua própria raça e mata suas próprias crianças em guerras inúteis. Porque então não matar animais? Se o homem derruba o próprio sangue humano, porque não desferir a arma que mata contra o animal que nada fez contra o Reino Humano? A covardia humana chega a ser cruel demais para desenvolvermos este assunto por mais tempo. O Reino Animal da Terra ainda é um reino primário, pois as espécies envolvidas não podem reagir. Só podem fugir para se proteger. Quando não fogem, são mortas como mostra esta matéria, escrita por este autor. Os uranianos são contra a morte de golfinhos porque somos descendentes distantes dos cetáceos que os criaram na Terra. Nossa pele se assemelha a deles e temos medo dos humanos. Sabemos que ao aparecermos na Terra de forma física, seremos vítimas como nossos irmãos que habitam as águas do planeta Terra. Não queremos que o homem se revolte contra nós, assim como não queremos que o homem se revolte contra nenhum animal. Sabemos que os tempos da barbárie humana terminarão com a morte de muitos humanos que serão separados dos animais, por terem exigido deles suas próprias vidas. Peço aos seres uranianos envoltos pela pele humana que se revoltem sempre quando houver crimes contra animais. Os animais da Terra assim como os animais do universo são protegidos por nós, e suas almas são recebidas por nós para serem tratadas e diagnosticadas antes de partirem da Terra para outras esferas que receberão estas almas.

Irmãos de Urano, a matança de animais será proibida na Terra quando o homem recuperar seus valores éticos e morais. Presentes em seu DNA, o respeito a raça dos animais será sempre um valor a ser cobrado pelo Todo. A vida será melhor na Terra quando não houver mais matança dos animais.

Abaixo, você poderá assistir ao trailler do Documentário ” The Cove”. Vencedor do Prêmio do Público de Melhor Documentário em 2009 no Sundance Film Festival, The Cove “segue um grupo de mergulho de alta tecnologia em uma missão para descobrir a verdade sobre o comércio internacional de captura de golfinhos, tal como praticada em Taiji, no Japão. Utilizando o estado-da-arte das técnicas, incluindo microfones e câmeras ocultas em rochas falso, a equipe descobre como esta pequena vila costeira serve como um microcosmo de horror de enorme crimes ecológicos acontecendo no mundo inteiro.

The Cove expõe não só a tragédia da matança de golfinhos no Japão, mas também a níveis perigosamente elevados de mercúrio na carne de golfinho e frutos do mar, a crueldade na captura de golfinhos para o entretenimento, eo esgotamento das pescas nossos oceanos pelo consumo de frutos do mar no mundo inteiro. Vemos também como o mandato da Comissão Baleeira Internacional ter sido manipulada pela Agência de Pesca japonesa em seu benefício e seus efeitos posteriores no resto do mundo.