Porque você ainda está na Terra?

“Eu sei que muitos de vocês anseiam pelo fato de voltar a seu planeta mãe, mesmo que receiem que esta possa ser uma experiência marcante e inovadora. Precisamos entender que para voltar a urano, é necessário entender porque se está na Terra. Muitos de vocês estão na Terra porque vieram em busca de seus compatriotas perdidos nas primeiras expedições, e acreditaram que poderiam resgatá-los na forma humana. Mas, como resgatar um irmão de urano se ao passar para o corpo humano, destruímos nossa memória secular temporariamente? A condição de não lembrar quem você é originariamente é regra básica para o processo reencarnatório no planeta de vocês, e isso nos fez abandonar muitos dos nossos por anos e anos a fio. Não queríamos retornar a Terra nestas condições e isso fez com que abandonássemos as expedições reencarnatórias para podermos vir a Terra em nossas naves, em nossas roupas espaciais e em nossos corpos originais, por mais que isso fosse difícil para nós e para vocês. O Todo nos libertou para que fizéssemos estas expedições de tempos em tempos em busca de corpos com a energia uraniana presente, e encontramos muitos dos nossos em pele humana, que simplesmente viviam uma vida de acordo com as regras planetárias da Terra. Isto aconteceu muitas vezes, e muitas vezes perdemos nosso valioso tempo na Terra encontrando cidadãos interplanetários enclausurados na densa roupagem humana, que simplesmente se negavam ao nosso encontro e ao nosso contato. Aos poucos, porém, fomos descobrindo formas de contato, mais sutis e mais controláveis para que nada saísse errado na hora h, na hora em que precisávamos trocar informações. Aos poucos, muitos uranianos habitando corpos humanos começaram a se lembrar através de sonhos, de lugares que estiveram juntos a nossa presença. E muitas situações que partilhamos juntos, mesmo quando o corpo material dormia. Enquanto isso acontecia, o corpo astral de vocês vivia com total liberdade para o encontro, e sem medo, percebemos o quanto foi bom reencontrá-los novamente, e aos poucos, encarnação após encarnação, solidificando a estreita passagem da memória uraniana para a memória terrestre. Aos poucos, fomos solidificando o encontro, e as passagens das vidas uranianas na Terra não perderam o sentido, porque agora eram monitoradas e abalizadas pelo seu real povo, responsáveis por toda a freqüência terrestre que seus corpos uranianos possuíam.”

Trecho extraído do “Livro dos Uranianos”, de Fabio Del Santoro, que você encontra na Bookess

Quando os uranianos precisam se defender?

O leitor Tiago nos faz uma nova pergunta.

No livro ”Tunia” é dito que os uranianos tem armamento,e que apesar dos uranianos não procurarem utilizar desse armamento,serve para eles se defenderem de civilizações piratas,caso os uranianos cheguem a matar algum desses piratas mesmo para defesa,isso não faria os uranianos voltarem para a roda-cármica ou os uranianos estão imunes a lei do não-matarás?

 

Uranianos. Um povo de paz.

 

Caro leitor. Você está fazendo uma grande confusão entre as leis da Terra e as leis Universais. E isso é perfeitamente natural. 90% das pessoas que iniciam seus estudos possuem dúvidas como esta. Nós ocidentais temos conhecimento das leis terrestres através de livros históricos e religiosos, do que é  certo e errado. O certo e o errado fazem parte do nosso sistema de crenças, porque fazemos parte de um cenário (a  Terra) onde a dualidade predomina. (viver-morrer, certo-errado, bom-mal, etc)

 

 

No Universo, existe o Bem Maior, que é uma Lei única. Os seres extraterrestres que respeitam esta lei estão conectados ao TODO. O TODO  é formado por milhões e milhões de planetas espalhados pelo universo, e um sem número de consciencias inteligentes, que interligadas em forma de rede, respeitam a Lei do Bem Maior.

Respeitar esta lei significa basicamente o seguinte: Para ser bom para um deve ser bom para todos.

Não existe o mal, certo e errado, etc.  Existe o Bem Maior, que é uma lei criada para equilibrar tudo no TODO. Tendo entendido isso, podemos prosseguir ao que se refere ao avanço tecnológico dos seres que habitam o TODO, e aqueles que não aceitam o TODO e suas Leis. Os  seres do universo

que não são conectados ao TODO, são tidos como piratas. São nações que não se desenvolveram ética e moralmente. Em contrapartida, cresceram tecnologicamente de tal forma que possuem armamento suficiente para invadir, roubar, destruir e matar civilizações indefesas. Na grande maioria das vezes, estas nações entram em conflito com as Forças do TODO quando não respeitam as Leis Universais.

Uranianos pertencem ao Todo. Se atacados por nações piratas, terão a permissão do Todo para se defender. Destruir e matar caso necessário for. E porque? Porque a nação uraniana possui um compromisso com o TODO. É regida por ele. Deixar-se destruir comprometeria todo o equilibrio do TODO.

A lei que você se refere “não matáras”  é necessária na civilização terrena. Uma lei que não é respeitada inicialmente pelos governos da Terra, que mata por dinheiro e poder. Disso não preciso mais me estender.  Se os governos do planeta dão o exemplo da matança diária de crianças, mulheres e idosos, o que dirá de sua população envolvida de violência por todos os lados?

Lembre-se também que somente estão sujeitos as ações da Roda Cármica quem  vive preso magneticamente a ela. Os espíritos humanos e almas extraterrestres domiciliadas em micro dimensões  (planos espirituais) situadas nos arredores da Terra.

No livro “Conexão Urano – A Roda Cármica” leia o depoimento do Capitão Vitzo. É muito claro quando sua nave caiu na Terra acidentalmente. Na ocasão, sua nave foi invadida pelos homens-macaco e ele precisou  se defender. A partir daí, ficou preso magneticamente a Roda Cármica. No livro, você vai ter uma noção maior das Leis do Universo e das leis terrenas.